Aviso n.º 6955/2008, de 07 de Março de 2008

 
TRECHO GRÁTIS

Aviso n. 6955/2008

1 - Faz -se público que, de acordo com o despacho da Sr.ª Verea-dora Adília Candeias, com competência delegada na área de Recursos Humanos, datado de 26 de Fevereiro de 2008, proferido no uso da competência que lhe foi delegada pela Sr.ª Presidente da Câmara por despacho n. 60/2007, datado de 05 de Abril de 2007, e nos termos do disposto na alínea a) do artigo 9. do Decreto -Lei n. 204/98, de 11 de Julho, conjugado pela alínea a) do n. 1 do artigo 4. do Decreto -Lei n. 238/99, de 25 de Junho, se encontra aberto, pelo prazo de 10 dias úteis, a contar da data da publicaçáo do presente aviso no Diário da República, concurso externo de ingresso para:

1.1 - Auxiliar Técnico de Turismo (Processo n. 05.02/P/DRH/ DRHO/2008) - 1 Lugar.

2 - Validade do concurso: O concurso é válido para o lugar indicado e para as vagas que venham a ocorrer no prazo de seis meses, a contar da data da publicaçáo da lista de classificaçáo final.

3 - Habilitaçóes literárias: Escolaridade Obrigatória.

Nos termos dos artigos 12., n. 1 e 13., n. 1, ambos do Decreto -Lei n. 538/79, de 31 de Dezembro, a 4ª classe para os nascidos até 31 de Dezembro de 1966, o 6 ano de escolaridade para os nascidos a partir de 01 de Janeiro de 1967 inclusive, e sendo nos termos dos artigos 6. e 63. da Lei n. 46/86, de 14 de Outubro (Lei de Bases do Sistema de Ensino), o 9 ano de escolaridade para os matriculados no 1 ano do ensino básico no ano lectivo de 1987/1988 e nos anos subsequentes.

4 - Condiçóes de admissáo ao concurso: Podem candidatar -se os indivíduos que, até ao termo do prazo fixado para apresentaçáo das candidaturas satisfaçam os requisitos gerais, previstos no artigo 29. do Decreto -Lei n. 204/98, de 11 de Junho:

  1. Ter nacionalidade portuguesa, salvo nos casos exceptuados por lei especial ou convençáo internacional;

    9890 b) Ter 18 anos completos;

  2. Possuir as habilitaçóes literárias e ou profissionais legalmente exigidas para o desempenho do cargo;

  3. Ter cumprido os deveres militares ou serviço cívico, quando obrigatório;

  4. Náo estar inibido do exercício de funçóes públicas ou interdito para o exercício das funçóes a que se candidata;

  5. Possuir a robustez física e o perfil psíquico indispensáveis ao exercício da funçáo e ter cumprido as leis de vacinaçáo obrigatória.

    5 - As candidaturas devem ser formalizadas em impresso próprio disponível através do site www.cm -palmela.pt (Pesquisar por requerimento) ou a fornecer pelo Departamento de Recursos Humanos e...

Para continuar a ler

PEÇA SUA AVALIAÇÃO