Relatório 1-AZ/2007, de 14 de Maio de 2007

 
TRECHO GRÁTIS

Relatório n. 1-AZ/2007

Conservatória do Registo Comercial da Maia. Matrícula n. 2252-A/920611; data da apresentaçáo: 18 de Abril de 2001.

Depositados, na pasta referente à sociedade em epígrafe, a acta e demais documentos de prestaçáo de contas consolidadas, relativas ao ano de 2000.

Conferida, está conforme.

Conservatória do Registo Comercial da Maia, 27 de Abril de 2001. - O Segundo-Ajudante, José Pedro David Ferreira.

Relatório e contas de 2000 Relatório de gestáo

No cumprimento das obrigaçóes legais e estatutárias, vimos submeter à apreciaçáo de VV. Ex.as o relatório e contas referentes ao exercício de 2000.

1 - Introduçáo

A Sonae Imobiliária é uma empresa europeia de génese portuguesa, fundada em 1989, cotada na Bolsa de Valores de Lisboa, desde Dezembro de 1997 e que faz parte do índice BVL-30.

Os seus accionistas estratégicos sáo a Sonae - SGPS (Portugal), com 51%, e a Grosvenor (Reino Unido) com 25%. Os restantes 24% sáo free float.

2 - Actividade

A Sonae Imobiliária é uma empresa especialista no sector dos centros comerciais e de lazer, integrando as actividades de promoçáo, investimento e gestáo dos projectos em que participa.

Beneficiando do apoio activo dos seus accionistas de referência a Sonae Imobiliária:

É líder dominante no mercado português;

Tem uma visáo integrada da sua actividade;

Tem criado novos formatos de retalho e conceitos inovadores; Tem uma política consistente de partenariado (joint-ventures); Tem uma estratégia clara e consistente de crescimento através de expansáo internacional.

2.1 - Investimento em centros comerciais

Em Abril de 2000, iniciaram-se os trabalhos relativos à segunda fase de expansáo do CascaiShopping com a construçáo de 660 lugares adicionais de parque de estacionamento e de uma expansáo de 4900 m de ABL (investimento previsto de 16,5 milhóes de euros).

Em Novembro de 2000, estavam abertas ao público no CascaiShop-ping as ampliaçóes das lojas Zara, Cortefiel e uma nova loja FNAC.

Assinatura (em Junho de 2000) de contrato para aquisiçáo de 25% do Parque Principado (Oviedo, Espanha), em conjunto com o Grupo LAR/Grosvenor (25%) e Fundos Whitehall (50%).

Execuçáo da opçáo de compra de 50% do Centro Vasco da Gama, passando a Sonae Imobiliária a deter a totalidade desta propriedade.

2.2 - Gestáo de centros comerciais

Início da gestáo do Sintra Retail Park, Sintra, Portugal e do Centro Comercial, Urbil , Usurbil, Guipuzcoa, Espanha.

Cerca de 289 milhóes de visitas, durante o ano 2000 e em todo o portfólio sob gestáo em Portugal, Espanha e Brasil, representando um crescimento de 5,9% relativamente a 1999;

Cerca de 1640 milhóes de euros de vendas de lojistas (excluindo as de lojistas proprietários das respectivas lojas), durante o ano 2000 e em todo o portfólio sob gestáo, representando um crescimento de 18,8% relativamente a 1999;Aumento da ABL total sob gestáo em 65 889 m2 (7,4% acima de 1999), com o consequente aumento de contratos sob gestáo de 3162 para 3450;

Comercializaçáo, durante 2000, de 793 lojas, das quais 331 em Portugal (42%), 244 em Espanha (31%) e 218 no Brasil (27%);

Preparaçáo das futuras equipas de gestáo para os centros Madeira-Shopping (Funchal, Madeira, Portugal), AlgarveShopping (Guia, Algarve, Portugal), a abrir em 2001 e do Plaza Mayor (Málaga, Espanha) e Parque D. Pedro (Campinas, SP, Brasil), a abrir em 2002;

Integraçáo das nossas actividades de Espanha (1 de Janeiro de 2000) e do Brasil (1 de Janeiro de 2001) na nossa plataforma informática única SAP.

2.3 - SPEL (parques de estacionamento)

A SPEL ganhou o concurso público para a exploraçáo do parque de estacionamento da Praça 1. de Maio, em Portimáo, Portugal e exploraçáo de parcómetros da mesma cidade. As obras de construçáo do parque estáo em curso.

Acordo com a Câmara Municipal do Porto, Portugal para a construçáo de três parques de estacionamento na área de exclusáo da Praça de Lisboa (parque dos Leóes, Carlos Alberto e Cordoaria). As obras iniciaram-se durante o 2. semestre de 2000, estando previsto que a sua abertura ocorra durante o 4. trimestre de 2001.

2.4 - Praedium (promoçáo residencial)

A construçáo da Torre Sáo Gabriel, em Lisboa, Portugal, prosseguiu normalmente e será concluída durante o 1. semestre de 2001, estando comercializada a 100%.

O condomínio Douro Foz, no Porto, Portugal, foi concluído e os seus apartamentos estáo a ser entregues aos seus compradores, cumprindo-se assim as expectativas criadas durante a comercializaçáo;

Iniciou-se em Março de 2000 a comercializaçáo do primeiro edifício da Quinta das Sedas, em Matosinhos, Porto, Portugal. A comercializaçáo teve muito sucesso, com 60 dos seus 78 apartamentos já vendidos.

Celebrou-se, em 2000, um protocolo de colaboraçáo com a Câmara Municipal da Maia, Portugal para a promoçáo do Country Club, na Maia, Portugal e encomendaram-se os respectivos projectos. Trata-se de um grande projecto residencial, em condomínio fechado e com características únicas.

Celebrou-se um contrato promessa para a aquisiçáo de um terreno, em Campolide, Lisboa, Portugal, para onde está já garantida a viabilidade de construçáo de um edifício com cerca de 200 fogos, a efectuar em joint venture com o Grupo LAR, Espanha.

2.5 - Projecto NTBD (New Technologies Business Department)

O New Technologies Business Department (NTBD) foi criado no fim do 1. semestre de 2000.

Desenvolveu durante esse ano a investigaçáo e os contactos necessários, no sentido de implementar um conjunto de projectos utilizando as novas tecnologias e a convergência digital, para acrescentar valor ao portfolio de activos da Sonae Imobiliária, principalmente centros comerciais.

Esta investigaçáo permitiu definir um conjunto de novos modelos de negócio, que abrangem a utilizaçáo da Internet, a prestaçáo de novos serviços aos lojistas, o desenvolvimento e exploraçáo dos video-walls e quiosques interactivos bem como programas de fidelizaçáo que tirem partido também das comunicaçóes móveis e de cartóes de afiliaçáo, entre outros.

2.6 - Gestáo ambiental

No decorrer do ano 2000, e no seguimento do que tinha sido iniciado em 1999, foram levadas a cabo diversas acçóes decorrentes do Programa de Gestáo Ambiental da Sonae Imobiliária, que possibilitaram uma melhoria contínua do desempenho ambiental da empresa.

Relativamente ao conjunto de procedimentos base do sistema de gestáo ambiental dos centros comerciais, definido de acordo com a ISO 14001, foram aprovados e implementados mais alguns documentos importantes:

De carácter operacional, o procedimento de monitorizaçáo da qualidade do ar interior;

De carácter mais geral e organizacional, os procedimentos de actualizaçáo e divulgaçáo de requisitos legais e outros requisitos, de controlo de documentos e de realizaçáo de auditorias externas e internas.

As acçóes de carácter ambiental de cada centro comercial constam dos respectivos planos de acçáo, nos quais estáo ainda estabelecidos os responsáveis pela sua implementaçáo e o calendário de execuçáo.

3 - O euro

3.1 - Preparaçáo para a transiçáo

Após a conclusáo com sucesso dos projectos de conformidade com o ano 2000 (Y2K), neste exercício foram relançados os projectos de mudança para o euro, desenvolvidos desde 1998 nas principais empresas e negócios da Sonae Imobiliária.

A Sonae Imobiliária participa a nível do Grupo Sonae num projecto transversal, que periodicamente desenvolve acçóes de acompanhamento e facilita a troca de informaçóes e experiências entre as diferentes equipas. O projecto é dotado de competências próprias transversais ao nível das funçóes fiscal, legal, financeira, comunicaçáo, auditoria e gestáo de risco, fazendo uso da intranet corporativa do Grupo Sonae para repositório e partilha de informaçáo.

Desde o mês de Janeiro de 2001, com a antecipaçáo de um ano em relaçáo à data de introduçáo da moeda física, as empresas da Sonae Imobiliária iniciaram o processamento das remuneraçóes em euros, tendo sido esta acçáo precedida de uma campanha de sensibilizaçáo e informaçáo junto dos colaboradores.

Do mesmo modo, as empresas da Sonae Imobiliária encontram-se preparadas e planeiam efectuar a mudança da moeda base nos processos e sistemas contabilísticos com data de reporte a 1 de Janeiro de 2001.

Como forma de preparaçáo para a mudança da moeda e garantia da transparência dos processos, foram realizadas e encontram-se planeadas para 2001 acçóes de formaçáo dos colaboradores e campanhas de informaçáo e sensibilizaçáo dos clientes e lojistas.

De uma forma geral, pode concluir-se que o nível de preparaçáo e os projectos em curso e previstos nas empresas da Sonae Imobiliária, permitem enfrentar com segurança e tranquilidade o processo de mudança para o euro.

3.2 - No capital social da Sonae Imobiliária, SGPS, S. A.

Já em 1999, ao abrigo do artigo 17. do Decreto-Lei n. 343/98, a Sonae Imobiliária, SGPS, S. A., procedeu à redenominaçáo em euros das acçóes representativas do seu capital social, utilizando o método padráo.

Assim, desde 1999 e após a já efectuada incorporaçáo no capital social de reservas livres no montante de 15 194 250$ (75 788,60 euros) o capital social da empresa cifra-se em 187 125 000 euros, sendo o valor nominal de cada uma das suas acçóes de 4,99 euros.

4 - Acçóes próprias detidas pela Sonae Imobiliária, SGPS, S. A.

Durante o ano de 2000 a empresa náo alienou nem adquiriu acçóes próprias.

A Sonae Imobiliária, SGPS, S. A., detém actualmente 49 386 acçóes próprias, sendo os correspondentes dividendos acrescidos ao montante de reservas livres.

5 - Organizaçáo e recursos humanos

Náo houve, em 2000, qualquer modificaçáo na composiçáo do conselho de administraçáo da Sonae Imobiliária. Este órgáo é constituído por sete elementos, dos quais três sáo náo executivos:

Belmiro Mendes de Azevedo, presidente náo-executivo; Jeremy Henry Moore Nevvsum, vogal náo-executivo; Neil Lesliejones, vogal náo-executivo;

sendo os seguintes os membros executivos do conselho de administraçáo:

Álvaro Portela, presidente executivo, que acumula as responsabilidades directas nas áreas de...

Para continuar a ler

PEÇA SUA AVALIAÇÃO