Despacho n.º 704/2020

 
TRECHO GRÁTIS

Despacho n.º 704/2020

Sumário: Designa Maria Alejandra Ortiz Scaglione para exercer as funções de técnica especialista do Gabinete da Secretária de Estado para a Integração e as Migrações.

1 - Ao abrigo do disposto na alínea c) do n.º 1 do artigo 3.º, nos n.os 1 e 2 do artigo 11.º e no artigo 12.º do Decreto-Lei n.º 11/2012, de 20 de janeiro, designo para exercer as funções de técnica especialista do meu Gabinete, a doutorada Maria Alejandra Ortiz Scaglione.

2 - Para efeitos do disposto na alínea d) do artigo 12.º do Decreto-Lei n.º 11/2012, de 20 de janeiro, a designada desempenhará funções de assessoria para as políticas públicas em matéria de integração e migrações.

3 - O estatuto remuneratório da designada é o de adjunta de gabinete, conforme o n.º 6 do artigo 13.º do referido decreto-lei.

4 - Para efeitos do disposto na alínea a) do artigo 12.º do Decreto-Lei n.º 11/2012, de 20 de janeiro, a nota curricular da designada é publicada em anexo ao presente despacho.

5 - Nos termos do n.º 3 do artigo 11.º do mencionado decreto-lei, o presente despacho produz efeitos a 29 de outubro de 2019.

6 - Conforme o disposto nos artigos 12.º e 18.º do supracitado decreto-lei, publique-se na 2.ª série do Diário da República e publicite-se na página eletrónica do Governo.

13 de dezembro de 2019. - A Secretária de Estado para a Integração e as Migrações, Cláudia Patrícia da Cruz Pereira.

Nota Curricular

Dados Pessoais

Nome: Maria Alejandra Ortiz Scaglione

Nacionalidade: Espanhola

Data Nascimento: 30/07/1972

Habilitações Literárias:

Doutoramento em Sociologia pelo Instituto Universitário de Lisboa ISCTE/IUL

Mestrado em Sociologia pelo Instituto Universitário de Lisboa ISCTE/IUL

Pós-graduação em Análise de Dados em Ciências Sociais - IUL-ISCTE

Licenciatura em Sociologia pela Faculdade de Ciências Sociais da Universidade da República Oriental do Uruguai - FCS-UDELAR (2004)

Formação Profissional:

Investigadora integrada no Centro de Investigação e Estudos de Sociologia (CIES-IUL) do ISCTE, na linha de investigação Desigualdades, Migrações e Território.

Responsável pelo projeto A saúde das mulheres imigrantes, uma questão de cidadania e inclusão, onde tem desenvolvido uma pesquisa sobre os principais problemas no aceso aos cuidados de saúde primários das mulheres imigrantes, com enfoque nas dimensões sociais, culturais e institucionais.

Tem participado em vários projetos de investigação nacionais e europeus no âmbito das migrações, em particular sobre saúde, cidadania e descendentes de...

Para continuar a ler

PEÇA SUA AVALIAÇÃO