Decreto-Lei n.º 77/2019

 
TRECHO GRÁTIS

Decreto-Lei n.º 77/2019

de 4 de junho

A SESC - Sociedade de Estudos Superiores e Culturais, S. A., na qualidade de entidade instituidora, requereu o reconhecimento de interesse público do Instituto Politécnico da Lusofonia.

De acordo com o parecer da Direção-Geral do Ensino Superior, encontram-se reunidas, quer pela entidade instituidora, quer pelo estabelecimento de ensino, as condições previstas no regime jurídico das instituições de ensino superior, aprovado pela Lei n.º 62/2007, de 10 de setembro, para que possa ter lugar o sobredito reconhecimento.

Assim:

Nos termos do n.º 1 do artigo 35.º da Lei n.º 62/2007, de 10 de setembro, e da alínea a) do n.º 1 do artigo 198.º da Constituição, o Governo decreta o seguinte:

Artigo 1.º

Objeto

O presente decreto-lei reconhece o interesse público do Instituto Politécnico da Lusofonia.

Artigo 2.º

Reconhecimento de interesse público e denominação

1 - É reconhecido o interesse público do Instituto Politécnico da Lusofonia e registada a respetiva denominação.

2 - O estabelecimento de ensino referido no número anterior utiliza a sigla IP Luso.

Artigo 3.º

Natureza e objetivos do estabelecimento de ensino

O Instituto Politécnico da Lusofonia é um estabelecimento de ensino politécnico vocacionado para o ensino, a investigação orientada e a prestação de serviços nos domínios de especialização das unidades orgânicas referidas no artigo 5.º

Artigo 4.º

Entidade instituidora

A entidade instituidora do Instituto Politécnico da Lusofonia é a SESC - Sociedade de Estudos Superiores e Culturais, S. A., com sede em Lisboa.

Artigo 5.º

Unidades orgânicas de ensino

O Instituto Politécnico da Lusofonia integra como unidades orgânicas de ensino:

a) A Escola Superior de Comunicação, Inovação e Artes;

b) A Escola Superior de Ciências da Administração;

c) A Escola Superior de Engenharia e Tecnologias;

d) A Escola Superior de Saúde Ribeiro Sanches;

e) A Escola Superior de Saúde, Proteção e Bem-Estar Animal; e

f) A Escola Superior de Educação da Lusofonia.

Artigo 6.º

Localização e instalações do estabelecimento de ensino

1 - O Instituto Politécnico da Lusofonia é autorizado a funcionar no concelho de Lisboa.

2 - O Instituto Politécnico da Lusofonia pode ministrar o ensino dos seus ciclos de estudos em instalações situadas no concelho de Lisboa que, por despacho do diretor-geral do ensino superior, a publicar na 2.ª série do Diário da República, sejam consideradas adequadas nos termos da lei.

3 - O Instituto Politécnico da Lusofonia fica autorizado a ministrar o ensino nas...

Para continuar a ler

PEÇA SUA AVALIAÇÃO