Aviso n.º 8164/2018

CourtUniversidade de Lisboa - Instituto Superior de Agronomia
Publication Date15 Jun 2018

Aviso n.º 8164/2018

Procedimento concursal para recrutamento do cargo de direção intermédia de 3.º grau

1 - Nos termos do n.º 2, do artigo 21.º, da Lei n.º 2/2004, de 15 de janeiro, na sua redação atual e na sequência de despacho autorizador da Presidente do Instituto Superior de Agronomia da Universidade de Lisboa, faz-se público que o Instituto Superior de Agronomia pretende abrir, pelo prazo de 10 dias úteis a contar da data da publicação do presente anúncio na Bolsa de Emprego Público, procedimento concursal para provimento do cargo de direção intermédia de 3.º grau, de Coordenador do Gabinete de Património e Infraestruturas do Instituto Superior de Agronomia da Universidade de Lisboa.

2 - Tipo de procedimento: o presente aviso reveste a forma de procedimento para recrutamento de cargo de direção intermédia de 3.º grau.

3 - Local de Trabalho - Nas instalações do Instituto Superior de Agronomia sitas na Tapada da Ajuda, 1349-017 Lisboa.

4 - Área de atuação - A referida no do artigo 15.º da Deliberação n.º 963/2015, de 28 de fevereiro de 2015, em conjugação com as competências genéricas previstas no artigo 6.º da Lei n.º 2/2004, na sua redação atual.

5 - Remuneração e condições de trabalho: previstas condições de trabalho e regalias sociais as genericamente vigentes para os dirigentes em funções públicas.

6 - Duração: pelo período de três anos, renovável por iguais períodos de tempo, nos termos do n.º 9 do artigo 21.º da Lei n.º 2/2004, de 15 de junho na sua redação atual.

7 - Requisitos legais de provimento - podem candidatar-se a este procedimento de seleção os trabalhadores dotados de competência técnica e aptidão para o exercício de funções de direção, coordenação e controlo, que reúnam, até ao final do prazo para apresentação das candidaturas, os requisitos previstos no n.º 2 do artigo 20.º da Lei n.º 2/2004, de 15 de janeiro na sua redação atual.

8 - Perfil exigido:

a) Licenciatura em área adequada ao exercício das funções, preferencialmente na área de Engenharia Civil;

b) Possuir competências técnicas, aptidão e experiência para o exercício do cargo a prover, designadamente: Experiência no planeamento, gestão de manutenções e reparações de imóveis, redes e infraestruturas; Coordenação, acompanhamento, fiscalização e gestão de obras a realizar através de empreitadas de obras públicas; Gestão de obras no que se refere ao apuramento de custos da obra a executar; Conhecimentos de materiais usados em construções; Organização e atualização de cadastros de obras...

Para continuar a ler

PEÇA SUA AVALIAÇÃO