Anúncio n.º 7681-CU/2007, de 12 de Novembro de 2007

Anúncio n. 7681-CU/2007

Conservatória do Registo Comercial de Lisboa, 1.ª Secçáo. Matrícula n. 13 302/050428; identificaçáo de pessoa colectiva n. 507273850; inscriçáo n. 1; número e data da apresentaçáo: 12/ 050428.

Certifico que foi constituída a sociedade em epígrafe, que se rege pelo seguinte contrato:

Artigo 1.

A sociedade adopta a denominaçáo de Auto-Estima, Comércio Automóvel, L.da

Artigo 2.

1 - A sociedade tem a sua sede na Rua de Joaquim António de Aguiar, 66, 4., freguesia de Sáo Sebastiáo da Pedreira, concelho de Lisboa.

2 - A gerência da sociedade pode deslocar ou transferir a sua sede social para o mesmo concelho ou para concelho limítrofe, quando o considerar conveniente e quando o julgar necessário para os interesses sociais, podendo estabelecer sucursais, agências, delegaçóes ou outras formas de representaçáo social em qualquer ponto do território ou no estrangeiro.

Artigo 3.

A sociedade tem como objecto social a comercializaçáo e aluguer de todo o tipo de veículos automóveis e motociclos.

Tem ainda como objecto social representaçáo, comercializaçáo, distribuiçáo, importaçáo e exportaçáo de todo o tipo de peças e aces-sórios auto e de reposiçáo, nomeadamente de pneus e jantes e escapes automóveis.

Artigo 4.

Nos termos do disposto no n. 4 do artigo 11. do Código das Sociedades Comerciais, a sociedade pode adquirir participaçóes em sociedades cujo objecto náo seja igual ao estipulado no parágrafo anterior do presente artigo, mediante aprovaçáo da assembleia geral.

Artigo 5.

1 - O capital da sociedade, integralmente subscrito e realizado, é de 75 000 euros, representado por duas quotas, uma com o valor nominal de 67 500 euros, pertencente a Cordass Finance Limited, e uma quota com o valor nominal de 7500 euros, pertencente a Miguel Nuno de Oliveira Horta e Costa.

Artigo 6.

1 - A cessáo de quotas, no todo ou em parte, é livremente permitida entre os sócios.

2 - A cessáo a estranhos necessita do consentimento da socie-dade, gozando esta de opçáo. Se a sociedade náo pretender exercer o direito de preferência será devolvido ao outro sócio.

Artigo 7.

A administraçáo e representaçáo da sociedade, com ou sem remuneraçáo, conforme for deliberado em assembleia geral, fica a cargo de um gerente, que poderá ser sócio ou náo.

Artigo 8.

A sociedade fica vinculada em quaisquer actos ou contratos, pela assinatura de um gerente ou pela assinatura de um procurador, dentro dos limites da procuraçáo.

Artigo 9.

1 - As assembleias gerais seráo...

Para continuar a ler

PEÇA SUA AVALIAÇÃO