Anúncio n.º 7899-PH/2007, de 20 de Novembro de 2007

Anúncio n. 7899-PH/2007

Conservatória do Registo Comercial de Cascais. Matrícula n. 6368--Oeiras; identificaçáo de pessoa colectiva n. 502262303; inscriçáo n. 7; número e data da apresentaçáo: 29/20050106.

Certifico que, em relaçáo à sociedade em epígrafe, foi o capital reforçado com 100 120,21 euros, realizado e subscrito em dinheiro da seguinte forma: 25 030,05 euros por cada um dos sócios Fernando Luís Pinheiro de Moura Carvalho e Maria Isabel Mota dos Santos Dinis de Moura Carvalho; 25 030,05 euros por cada um dos novos sócios Abílio de Jesus, casado com Maria da Conceiçáo dos Santos Aleixo de Jesus na comunháo de adquiridos, Avenida de D. Laura Aires, 15, Porto Salvo, Oeiras, e Fernando de Jesus Fernandes, casado com Ana Pires Baptista Fernandes na comunháo geral, Avenida das Forças Armadas, 39, 1., direito, Lisboa, e transformada a sociedade em sociedade anónima, passando a regular-se pelo seguinte contrato:

Artigo 1.

Denominaçáo, duraçáo e sede

1 - A sociedade adopta a firma Sociedade de Construçóes de Porto Salvo, S. A.

2 - A sociedade tem a sua sede na Avenida dos Bombeiros Voluntários, 43, 10., direito, em Algés, freguesia de Algés, concelho de Oeiras.

3 - O conselho de administraçáo poderá constituir ou extinguir, no território nacional ou fora dele, agências, delegaçóes ou qualquer outra forma de representaçáo social e, bem assim, proceder à transferência da sua sede para qualquer local do concelho de Oeiras ou concelho limítrofe sem o consentimento de outros órgáos sociais.

4 - A sociedade durará por tempo indeterminado.

Artigo 2.

Objecto

A sociedade tem por objecto a urbanizaçáo de terrenos, construçáo civil e compra e venda de propriedades.

CAPÍTULO II

Capital social, acçóes e obrigaçóes Artigo 3.

Capital social

1 - O capital social é de 150 000 euros, está integralmente realizado em dinheiro e dividido em 15 000 000 de acçóes com o valor nominal de 1 cêntimo cada uma.

2 - As acçóes sáo ao portador e poderáo ser representadas por títulos de 1, 5, 10, 50, 100, 500 ou 1000 acçóes.

3 - Os títulos definitivos ou provisórios, representativos das acçóes, seráo assinados por dois administradores ou por um administrador e um mandatário com poderes para o acto.

4 - A transmissáo das acçóes é livre.

Artigo 4.

Aumento do capital social

O conselho de administraçáo, com voto favorável da maioria dos seus membros, fica autorizado, após parecer favorável do con-

SOCIEDADE CONSTRUÇÓES FRANCISCO SOUSA & FRANCISCO BAPTISTA, L.DA

Anúncio n. 7899-PG/2007

Sede: Lugar de Roupar, Lodares, Lousada Conservatória do Registo Comercial de Lousada. Matrícula n. 1292/ 010510; identificaçáo de pessoa colectiva n. 505499363; averba-

mento n. 1 à inscriçáo n. 1; número e data da apresentaçáo: 1/ 20051124.

Certifico que, em relaçáo à sociedade em epígrafe, mudou a sede para o lugar de Roupar, freguesia de Lodares, concelho de Lousada.

Está conforme o original.

7 de Dezembro de 2006. - O Primeiro-Ajudante, António Dias Machado.

2008229394

33 704-(170)selho fiscal, a proceder ao aumento de capital social, a realizar nos termos e condiçóes que o mesmo conselho deliberar, por uma ou mais vezes, através de entradas em dinheiro até ao limite máximo de 150 000 euros.

Artigo 5.

Preferência na subscriçáo

No aumento de capital social da sociedade, em dinheiro, os accionistas teráo direito de preferência, a exercer proporcionalmente às acçóes detidas, na subscriçáo de novas acçóes, relativamente a quem náo for...

Para continuar a ler

PEÇA SUA AVALIAÇÃO